Santa Sara

Santa Sara Kali

 

Dia 24 de maio! Noite de festa cigana! Lendas de Santa Sara Kali
Senta que lá vem história: (eu adoro a 3 e a 4)
Lenda 1-
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem provisões.

Desesperadas as três Marias puseram-se a orar e a chorar, pedindo misericórdia.

Sara então retira seu lenço da cabeça, chama por Jesus Cristo e promete que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito.
Milagrosamente, a barca sem rumo, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit-Rône, hoje a cidade de Saintes-Maries-de-La-Mer, no sul da França.

Por ser escrava e negra, ao aportar não foi acolhida como os outros de seu barco.
Um grupo de ciganos a encontrou e ficaram penalizados, então acolheram-na.
Sara cumpriu a sua promessa até o final de seus dias.

Conta a lenda que ela operou alguns milagres entre o povo cigano e por isso, após sua morte foi cultuada como padroeira do povo cigano.
Suas histórias e milagres a fez Padroeira Universal do povo cigano, sendo festejada todos os anos no dia 24 de maio.

Segundo o livro escrito pela cigana Miriam Stanescon, deve ter nascido deste gesto de Sara Kali, a tradição de toda a mulher cigana casada, usar um lenço, tornando a peça mais importante do seu vestuário, tanto que quando se quer presentear uma cigana com o mais belo presente, se diz:- “Te darei um lindo lenço”.
Lenda 2
Uma outra lenda diz, que Sara Kali, as três Marias e José de Arimatéia, teriam fugido numa pequena barca, transportando o Santo Graal (o cálice sagrado), que seria levado para um mosteiro da antiga Bretanha.

A barca teria perdido o rumo durante o trajeto e atracado no porto de Camargue, às margem do Mediterrâneo, que ficou conhecido como Saintes-Maries-de-La-Mer, transformado num grande local de concentração cigana.
Lenda 3
Outra lenda conta que as três Marias: Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, fugiram e Maria Madalena estava grávida de Jesus e sua filha, Sara, nasceu nesta viagem de fuga e que na verdade o Santo Graal é a descendência Sagrada de Jesus e que elas iriam para um mosteiro da antiga Bretanha.
Foram descobertas em uma embarcação, pois eram clandestinas e foram atiradas ao mar em uma pequena barca, sem água e sem comida.
A barca foi sendo levada até o sul da França, em um lugar chamado hoje de Santes-Marries-de-La-Mer (Santas Marias do Mar) e foram acolhidas por um Clã Cigano que lá estava.
Sara começou a fazer muitos milagres entre os ciganos e logo a notícia foi se espalhando e caravanas e mais caravanas de ciganos chegavam para visitá-la.
Ela é uma Santa que não foi reconhecida pelo Vaticano, por preconceito de sua cor negra e por ser ligada aos ciganos.
Lenda 4
Santa Sara Kali, nunca foi aceita como Santa pela Igreja Católica, mas a fé dos ciganos Nela, sempre foi fiel e permaneceu por séculos e séculos.
Quando os Ciganos vieram para a Terra Prometida – o Brasil – trouxeram a imagem de Santa Sara Kali.
Em uma perseguição da Igreja, os ciganos jogaram a imagem de Santa Sara Kali em um rio, para não serem castigados.
A Santa que já era das águas do mar, continuou nadando no rio e seu corpo foi achado e resgatado em uma rede de pescadores.
A segunda vez que os pescadores jogaram as redes, veio a cabeça da Santa.
Esta Santa foi chamada de Nossa Senhora Aparecida, pois apareceu das águas do rio Paraíba.
Com um nome diferente, se tornou a Padroeira do Brasil.
Salve Santa Sara Kali!!!!!

Que sua Luz e seu Amor abençoem a todos!!!

Que as bençãos sejam de saúde, prosperidade, alegria, felicidade, amor, realizações, harmonia, paz e consciência.

 

Sulla Turanny

Leave a Comment